RENDA COM ARTESANATO É UMA POSSIBILIDADE DENTRO DA ECONOMIA CRIATIVA.

0

por redação Socialismo Criativo em 13/02/2019.

Trabalho artesanal é opção para quem busca renda extra: com o crescimento da economia criativa, o artesanato brasileiro se fortaleceu nos últimos anos.

Trabalho artesanal é opção para quem busca renda extra: Dentre as atividades da Economia Criativa, encontraremos os mais diversos produtos e serviços originados no conhecimento, no capital intelectual. Artes cênicas, desenvolvimento de softwares, design, arquitetura, artesanato. Os novos paradigmas econômicos vêm ressignificando as possibilidades de se obter renda, dando caráter de formal ao que, antes, ocupada, apenas, a esfera da informalidade nos negócios. É assim que as produções artesanais, trabalhadas a partir das peculiaridades do intangível de quem as produz, ocupam lugar na lista de ofícios da Economia Criativa.

Socialismo Criativo


por redação Diário da Região em 03/02/2019.

Trabalho artesanal é opção para quem busca renda extra.

Com o crescimento da economia criativa, o artesanato brasileiro se fortaleceu nos últimos anos.

O artesanato é uma área que possui várias oportunidades de negócios. Embora muitas pessoas considerem o artesanato apenas um trabalho informal, cada vez mais essa atividade tem sido adotada por pessoas que ganham a vida através da arte. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 8,5 milhões de brasileiros se mantêm desta forma. Com o crescimento da economia criativa, o artesanato brasileiro se fortaleceu nos últimos anos.

Viviane usava o artesanato para complementar a renda: hoje, é sua principal atividade.

De acordo com Luciano Impastaro, consultor do Sebrae, o artesanato é a atividade artística mais presente nos municípios brasileiros. “Existem hoje 175 comércios varejistas de bijouterias e artesanatos dentro de Rio Preto”, diz o consultor.

O artesanato mudou a vida de Viviane Alves. Ela, desde criança, foi ensinada pela mãe a fazer crochê junto a sua irmã e por muito tempo levou o seu talento como hobby. Realizava os trabalhos apenas para presentear as pessoas em datas comemorativas. Ela sempre conciliava o trabalho formal com o artesanato. “Após seis anos trabalhando em uma empresa, fui dispensada inesperadamente. Foi quando resolvi arriscar e trabalhar por conta própria com artesanato”, conta Viviane.

A produção artesanal está presente em todo o território nacional e é reconhecida como uma expressão importante da diversidade cultural brasileira. Além disso, esse tipo de atividade tem se mostrado uma boa opção principalmente para as mulheres. A maioria dos profissionais desse segmento possui essa atividade como principal fonte de renda que atua há bastante tempo no mercado. “Hoje tenho isso como minha fonte de renda, procuro sempre me atualizar em termos de peças novas e cores para as próximas estações”, explica Viviane.

Para a economia é um fator importante, já que abre uma perspectiva em um mercado bastante amplo, tornando-se uma oportunidade para muitos venderem seus produtos feitos a mão. Grande parte dos desempregados acaba optando pela informalidade e decidem trabalhar por conta própria.

Responsável pela criação bolsas, necessaires e carteiras, Viviane também ajuda na realização de peças temáticas que são feitas em feltro por sua irmã Daniela. Juntas elas dividem o Ateliê Cachoeira Arte’s.

Segundo o economista Hipólito Martins, o artesanato é uma ótima opção para quem deseja ganhar uma renda extra e uma possível renda fixa. Mas elas devem ser administradas corretamente. “A expectativa de vendas com artesanatos é ainda maior quando melhorar a economia. Pois as pessoas vão comprar mais e ficará evidente que o país está evoluindo do ponto de vista cultural e educacional. É um setor econômico importante e esse espaço está crescendo”, explica o economista.

Atualmente, com a internet, muitos artesões optam por vender seus produtos através das plataformas digitais, tornando-se um espaço muito grande para que esses artistas possam viver da sua produção e aumentar as suas vendas. A artesã relata como a tecnologia tem transformado sua vida. “Hoje com a internet tenho muitos meios de inspiração e formas de mostrar os meus trabalhos pelo Instagram, Facebook e, com o aumento da minha produção, consegui abrir o meu próprio site”, finaliza a artesã.

Dicas para quem deseja trabalhar com artesanato

1. Tenha criatividade

A criatividade é uma característica importante para quem deseja viver através da arte. Acredite no seu potencial.

2. Saiba administrar suas finanças

Separe suas finanças profissionais das pessoais para que tenha uma visão clara até onde pode investir. E, principalmente para ter sucesso no artesanato, organização financeira é essencial.

3. Tenha clareza sobre o seu negócio

É importante definir quais as técnicas que vai usar, e qual objetivo pretende atingir com os produtos que vão ser vendidos. Estabeleça metas.

4. Invista na internet

Crie uma loja virtual para expor corretamente os seus produtos e até mesmo possibilitar as compras por este espaço, conseguindo mais clientes.

(Colaborou Alana Gabriela)

Fonte: www.diariodaregiao.com.br

COMPARTILHAR

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here