Sebrae ajuda mulheres a acelerar empresas

0

por Valdelice Bonifácio em 11/02/2019.

Duzentas empreendedoras serão selecionadas para participar de programa inédito e totalmente gratuito.

O Sebrae de Mato Grosso do Sul vai selecionar 200 empreendedoras participar de um programa inédito, o Sebrae para Mulheres de Negócios. As selecionadas terão acompanhamento para acelerar suas empresas. “A ideia é despertar nas mulheres uma visão maior de mercado”, antecipa Lucielle Lima, analista técnica do Sebrae no Estado e gestora do programa.

Foto: Marco Miatelo

O edital de programa está aberto, com 150 vagas para empresas já constituídas (CNPJ) e 50 vagas para pessoas físicas que começaram a colocar suas ideias em prática. As inscrições vão até o dia 22 de fevereiro e a lista de selecionadas será divulgada no site do Sebrae/MS no dia 08 de março, Dia Internacional da Mulher. A participação é totalmente gratuita.

Conforme Lucielle, as donas do próprio negócio serão orientadas na condução de seus empreendimentos, na busca por novas demandas e na melhoria de processos e produtos. O programa surgiu após constatação de que apesar de abrirem mais negócios que os homens, as mulheres prosperam menos, e o motivo seria a falta de visão de mercado.

“Pra começar, a mulher é mais impulsiva que o homem. Por exemplo, ela aluga o estabelecimento sem analisar muito se haverá clientes na região”, exemplifica a gestora. “Além disso, os negócios das mulheres são menos diversificados. Muitas estão na área do vestuário e beleza e há poucas mulheres na área tecnológica. Outro ponto é que a mulher negocia menos que o homem. Ela aceita facilmente as condições que o banco oferece, já o homem negocia mais”, acrescenta.

Foto: Marco Miatelo

Segundo a pesquisa Global Enterpreneurship Monitor (GEM) 2017, o Brasil possui 24 milhões de negócios liderados por mulheres. Elas se destacam na abertura de novos negócios: 14 milhões de empresas abertas por mulheres face a 13 milhões pelos homens.

O mesmo estudo aponta, no entanto, que, apesar de abrirem mais empresas e serem mais escolarizadas, os negócios liderados por mulheres tendem a faturar menos e ser menos intensivos em inovação; têm mais dificuldades em prosperar; e possuem pouca diversificação, em segmentos de baixo valor agregado e com menor capacidade de internacionalização.

A gestora aponta ainda outro fator que dá vantagem aos homens no mundo dos negócios. “Os negócios das mulheres geralmente são relacionados ao propósito de vida delas. Elas abrem um empreendimento pensando em conciliar com a vida doméstica e a maternidade. Já o homem se dedica mais integralmente ao negócio”, avalia. Além de minimizar as dificuldades encontradas pelas empreendedoras, promovendo o desenvolvimento local por meio da melhoria dos negócios das mulheres, o programa visa também garantir networking (rede de contatos) às participantes.

Foto: Programa Sebrae de Desenvolvimento

O programa terá duração de 9 meses (de 12 de março a 12 de dezembro) disponibilizará especialistas em gestão de pequenas empresas para treinar e capacitar as empreendedoras em temas chave como: marketing digital; vendas; gestão de fluxo de caixa; aspectos tributários; liderança; planejamento estratégico; inovação e crédito. Serão 40 horas de instrutoria e 30 horas de consultorias/mentorias oferecidas de maneira virtual e presencial.

O edital com todos os critérios necessários para as interessadas em participar Programa Sebrae para Mulheres de Negócios está disponível no portal da instituição de apoio aos pequenos negócios em Mato Grosso do Sul, por meio deste link. Dúvidas e informações: 0800 570 0800.

Fonte: www.diariodigital.com.br

COMPARTILHAR

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here