PSB cria portal sobre socialismo e Economia Criativa.

0

por Assessoria de Comunicação 30/04/2018

A economia criativa entrou na agenda programática do PSB. Na noite desta sexta-feira (27), o partido lançou o site Socialismo Criativo, que reúne estudos, artigos, pesquisas, notícias e conteúdo multimídia sobre a economia criativa como estratégia de desenvolvimento nacional por uma perspectiva socialista.

O portal foi lançado pelo presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, em um bate-papo on-line transmitido ao vivo pelo Facebook e Youtube e pela TV 40. Também participaram como debatedores o membro da executiva nacional do PSB e responsável pela iniciativa Domingos Leonelli e o jornalista Ricardo Mucci, especialista no assunto.

De acordo com Siqueira, o PSB é o primeiro partido a incorporar o tema da Economia Criativa como estratégico a um programa de desenvolvimento para o país. Esta decisão inovadora foi tomada, por unanimidade, durante o XIV Congresso Nacional, em março deste ano.

“O lançamento deste site é mais um passo que o PSB dá sobre um tema que decidimos ser fundamental para modernizarmos nossa plataforma programática nacional, estadual e local”, afirmou.

O presidente destacou que o site é um instrumento aberto à contribuição de ideias e um espaço de debate para todos os dirigentes e militantes do PSB, além de toda a população. “Queremos mostrar para outros partidos, trabalhadores, segmentos sociais, indústria e para a sociedade em geral que esse tema pode colaborar também com a modernização e humanização das relações de trabalho”, disse.

O portal pretende enriquecer o debate para a elaboração de propostas que tratem do desenvolvimento e da inclusão social a partir da economia criativa. Das artes à moda e ao design, passando pela arquitetura e pelo artesanato, gastronomia, festas populares, aplicativos de celulares, games e o turismo, a economia criativa está entre os setores que mais crescem e geram emprego no mundo.

Leonelli ressaltou que criatividade e socialismo combinam. Por isso, disse, a militância precisa incorporar essa tese para a transformação da economia e do mundo. “Vivemos numa sociedade de redes e não podemos mais perseguir modelos de desenvolvimento que se baseiem em projetos econômicos que já foram superados. Hoje, as indústrias manufatureiras perderam o protagonismo e as maiores empresas do mundo estão ligadas à produção do intangível, à produção cultural e vinculadas à atividade criativa”, explicou.

O jornalista Mucci parabenizou o PSB pelo pioneirismo. “Essa iniciativa é um marco nessa transição (da economia tradicional para a criativa) porque vai provocar, de alguma forma, nos outros partidos um certo olhar pra esse tema porque ele realmente pode ser um grande estímulo que pode gerar emprego e renda”.

Assessoria de Comunicação/PSB Nacional

Créditos das imagens: Pro Empresa

Fonte: www.psb40.org.br

Veja também

COMPARTILHAR

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here