Porto Digital recebe Welcome Aboard da Start-Up Brasil

0

 em Recife Antigo | Centro | 11 de Maio de 2018

Nesta sexta-feira (11), o Porto Digital recebeu o Welcome Aboard do programa nacional de aceleração Start-Up Brasil, iniciativa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações (MCTIC) com gestão da Softex.

Durante o evento de boas-vindas, realizado pela primeira vez fora do eixo São Paulo-Rio, participaram da solenidade Thiago Camargo Lopes, Secretário de Políticas Digitais do MCTIC; Ruben Delgado, presidente da Softex Nacional; Silvio Meira, presidente do Conselho de Administração do Porto Digital; Alexandre Motta, coordenador de Apoio à Pesquisa, Desenvolvimento e Aplicações do CNPq; e Edney Marcos Mossambani, líder da Rede Softex, além de startups de todo o Brasil selecionadas para aceleração no parque tecnológico e em outros 12 ambientes de inovação do País.

Na Turma 5 do Start-Up Brasil, foram 46 startups selecionadas para aceleração em 14 estados do País, com investimento de R$ 9,7 milhões do orçamento do MCTIC. “Queria dar parabéns a todos vocês, mas queria dizer que agora é que começa o trabalho e a dificuldade. Estamos apostando em vocês para mudarem o ambiente”, comentou o representante do MCTIC.

“Bem-vindos a todos. É muito bom ter vocês na casa da gente. Nesse turma, que é a primeira do Start-Up Brasil que a Jump participa, nós temos quatro empresas selecionadas”, informou o gerente de empreendedorismo do Porto Digital, André Araújo. A Jump Brasil irá acompanhar, durante cinco meses, a Actions Security, Áudio Alerta, bHave e Salvus.

O programa prevê uma série de eventos e de atividades de capacitação e de aproximação com grandes companhias nacionais e internacionais, bem como com investidores; e ainda programas de acesso ao mercado e a compras públicas. Além disso, as empresas aceleradas terão acesso à infraestrutura da Jump, com espaços de coworking, laboratórios, salas de treinamento e de reunião, auditórios e showrooms.

Start-Up Brasil

O Start-Up Brasil apoia empresas nascentes nacionais e internacionais com até quatro anos de existência e que desenvolvam produtos/serviços inovadores utilizando software, hardware ou serviços de TI.

A Turma 5 é composta por 46 startups: 45 brasileiras provenientes de 14 estados e uma estrangeira (Suíça). O tamanho médio das equipes é de sete pessoas, a idade média é de 30 anos e as mulheres têm uma participação de 21,69% entre os integrantes.

Lançado em 2012, o Start-Up Brasil já executou dois ciclos de aceleração – de 2013 a 2015 – quando apoiou 183 startups distribuídas por quatro turmas, oriundas de 17 estados e 13 países. Até o momento, o MCTIC aportou R$ 34,7 milhões em projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação (PD&I) de startups de tecnologia da informação (TI). A iniciativa alavancou aproximadamente R$ 103 milhões em investimentos privados e gerou mais de 1.200 empregos diretos.

Conheça as novas aceleradas do Porto Digital:

Actions Security

A empresa fornece soluções na área de segurança da informação, com desenvolvimento de ferramentas para mitigar, em tempo real, alguns tipos de ataque, como a negação de distribuição do serviço (DDoS).

Áudio Alerta

O Áudio Alerta teve origem na Daccord S.A, já embarcada no Porto Digital, onde foi criada uma divisão para desenvolver tecnologias de áudio. O Áudio Alerta permite detectar e classificar sons relevantes (ex: disparos de arma de fogo), indicando a localização de onde veio o som.

bHave

O bHave tem como objetivo oferecer soluções e ferramentas para facilitar o estudo, tratamento e compreensão do comportamento humano por meio de uma plataforma digital idealizada para ajudar, de maneira simples e eficaz, o processo burocrático de coleta e análise de dados da Terapia ABA (Applied Behavior Analysis, ou Análise do Comportamento Aplicada).

Salvus

A Salvus participou do último ciclo de incubação do Porto Digital e tem como produto uma plataforma para o gerenciamento remoto da carga e do consumo dos cilindros de oxigênio. Por meio de telemetria através de um dispositivo próprio, o sistema afere, analisa e transmite informações – inclusive em uma página web com estimativas, gráficos e relatórios customizáveis.

Fonte: www.poraqui.news

COMPARTILHAR

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here