Os candidatos e o incêndio.

0

por redação Socialismo Criativo em 05/09/2018. 

Presidenciáveis não priorizam Cultura, Turismo e Economia Criativa em seus planos de governo.

A notícia do fogo que destruiu o Museu Nacional, no Rio de Janeiro, no último domingo, dia 02/09, teve repercussão internacional, afinal estamos falando da mais antiga instituição científica do Brasil, um dos maiores museus de história natural e de antropologia das Américas. As causas do ocorrido ainda estão sendo investigadas, mas a perda imaterial é, sem dúvidas, de proporção incalculável diante de acervo de mais de 20 milhões de itens que a instituição reuniu ao longo de seus 200 anos.

O que emerge da poeira do que foi essa importante coleção de memórias é que nenhum dos presidenciáveis das eleições 2018 teve ou tem, até aqui, qualquer proposta, em seus planos de governo, que contemple políticas públicas pensadas para a Economia Criativa como eixo autônomo de desenvolvimento. A Cultura e o Turismo movimentam cerca e 8% do PIB do Brasil, mas, a estas áreas, menos de um por cento dos investimentos federais vem sendo direcionado. Corremos o risco de eleger um presidente que insista em erros do passado, fazendo com que tenhamos cada vez mais prejuízos desses que não se calcula.

COMPARTILHAR

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here