Fenaostra 2018 – Festa Nacional da Ostra e da Cultura Açoriana

0

por redação Portal da Ilha Digital em 17/09/2018.

A 19ª Fenaostra – Festa Nacional da Ostra e da Cultura Açoriana trouxe novamente o cunho sustentável.

Os copos reutilizáveis foram vendidos para quem quisesse consumir alguma bebida pelo valor de 5 reais, podendo ser devolvidos ao final e o valor retornado. Quem já tinha seu copo, pode levar de casa para aproveitar a festa, que vai até 16 de setembro na Praça Fernando Machado com o cunho 100% manezinho e entrada franca.

Na edição anterior foram recebidos 54 mil visitantes, consumidas 150 mil ostras e diminuição de 70% dos resíduos gerados. Para a 19ª, a meta é chegar em pelo menos 80 mil pessoas, venda de 180 mil ostras e redução ainda maior de plásticos.

Com cerca de quatro mil metros quadrados, a festividade contou com quatro restaurantes (Rancho Açoriano, Rancho das Ostras, Freguesia Oyster Bar e Vereda Tropical), nove cervejarias da União Cervejeira (Faixa Preta, Unika, Sunset Brew, Cervejaria da Ilha, Bayer Bier, On Tap, Jester, Kairós, Weinmann) e beer truck, 25 opções de artesanato da cidade com a presença de rendeiras e fuxiqueiras, shows de bandas locais e o Caminhão do Peixe 100% Manezinho.

A 19ª Fenaostra recebeu a rodada de negócios na quinta-feira, 13, com empreendedores de Florianópolis que atuam na cadeia de produtos de origem animal, que aderiram ao Serviço de Inspeção Municipal (SIM-Fpolis), e com representantes de supermercados e restaurantes.

Os principais produtos ofertados na rodada de negócios foram pescado, carnes, manteiga e kefir. Participaram as empresas Trinta Réis Comércio de Pescados, Empório do Mar, Freguesia Oyster Bar, Deal Linguiças Artesanais, Peixaria Pedacinho do Mar, Yamuna Artesanal, Açougue Kretzer e Livito.

“Tivemos hoje um grande avanço para o nosso setor. Além dos fornecedores já estarem devidamente habilitados com o SIM, favorecemos novos negócios com importantes redes de supermercados e restaurantes, girando a economia e beneficiando o empreendedorismo”, afirma Adriano Weickert, superintendente de Pesca, Maricultura e Agricultura.

“O principal benefício de participar da rodada é a otimização de tempo, por ter, em um único espaço, diversos contatos de possíveis parcerias de negócios, oportunizando diálogos entre empresários que ofertam e que compram produtos inspecionados da cidade de Florianópolis”, explica Adriana Tomazi Alves, gerente regional da Epagri em Florianópolis.

Com informações de PMF/ASCOM

Fonte: Portal da Ilha Digital.

COMPARTILHAR

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here