DST reforça diálogo com outras Cidades Criativas de Gastronomia durante festival na “cidade turca do pistacho”.

0

por Direcção dos Serviços de Turismo (DST) em 23/09/2018.

Aprestação da diretora dos Serviços de Turismo (DST) para a Rede de Cidades Criativas da UNESCO.

Macau juntou-se a outras Cidades Criativas da UNESCO em Gastronomia para o 1o Festival Internacional de Gastronomia de Gaziantep, na Turquia, para conhecer melhor a cultura gastronómica e tradições da cidade anfitriã, realizar intercâmbio e participar em reuniões da sub-rede de gastronomia. Por outro lado, Macau compareceu também numa sessão durante o evento para impulsionar o projecto de pesquisa “História das relações baseadas na cultura da comida na Rota da Seda”.

A directora da Direcção dos Serviços de Turismo (DST), e ponto focal da RAEM para a Rede de Cidades Criativas da UNESCO, Maria Helena de Senna Fernandes, esteve na Cidade Criativa de Gastronomia de Gaziantep para reforço do intercâmbio e apresentar as iniciativas de Macau enquanto Cidade Criativa de Gastronomia no 1o Festival Internacional de Gastronomia de Gaziantep, decorrido de 20 a 22 de Setembro.

Em destaque no festival esteve uma conferência de um dia, demonstrações culinárias e promoções das cidades participantes, a par com duas reuniões do grupo das Cidades Criativas de Gastronomia, bem como uma sessão especial dedicada ao projecto de pesquisa “História das relações baseadas na cultura da comida na Rota da Seda”, iniciado por Gaziantep, que inclui Macau entre as cidades membro.

Celebrar a cultura gastronómica de Gaziantep e de outras cidades participantes

Representantes de 15 Cidades Criativas de Gastronomia, de duas Cidades Criativas de Artesanato e Arte Popular, a par com 12 cidades geminadas com Gaziantep, reuniram-se na cidade turca para o festival, que apresentou aos participantes de todo mundo a cultura alimentar da cidade anfitriã. O tema do festival centrou-se especialmente no pistacho, o “ouro verde” de Gaziantep, uma vez que Setembro é o mês de colheita do pistacho. Um dos painéis da conferência a decorrer durante o festival foi denominado a “Gaziantep, Cidade Turca do Pistacho”, com especialistas a abordarem a importância do pistacho na história, cozinha e economia de Gaziantep. Os participantes testemunharam também a abertura do Museu do Pistacho e foram ainda convidados para participar na colheita do pistacho.

Ao mesmo tempo, o festival funcionou também como uma plataforma para as cidades participantes divulgarem a sua cultura gastronómica em sessões de demonstração culinária e promoção realizadas numa zona de Stands da UNESCO instalada no centro de Gaziantep. Macau aproveitou a oportunidade para promover a cidade, divulgando informações sobre o destino.

Cidades Criativas de Gastronomia reúnem durante o festival

O festival serviu simultaneamente como ponto de encontro para as Cidades Criativas da UNESCO da área de Gastronomia. Representantes das 15 Cidades Criativas de Gastronomia presentes no festival realizaram duas reuniões, para se debruçarem sobre os resultados da Reunião Anual da Rede de Cidades Criativas, decorrida em Junho, na Polónia, para uma actualização sobre o plano de actividades da Rede de Cidades Criativas e do grupo de Gastronomia, reforço da colaboração e apresentação de casos de referência. Macau foi uma das Cidades Criativas de Gastronomia a apresentar projectos de destaque, com a directora da DST a expor a iniciativa de “2018 Ano da Gastronomia de Macau” e actividades relacionadas, lançadas em Janeiro.

As Cidades Criativas da UNESCO em Gastronomia têm novos encontros marcados em eventos a realizar noutras Cidades Criativas de Gastronomia, incluindo em Macau, no início do próximo ano, no “Fórum Internacional de Gastronomia, Macau 2019”, agendado para Janeiro.

Reunião do projeto de pesquisa iniciado por Gaziantep sobre comida na Rota da Seda

Uma sessão especial para Cidades Criativas de Gastronomia membros do projecto de pesquisa da iniciativa de Gaziantep “História das relações baseadas na cultura da comida na Rota da Seda” foi também realizada durante o festival. A directora da DST juntou-se a representantes de outras cidades para debater sobre os actuais desenvolvimentos, orientação de pesquisas, plano de disseminação e publicação de projectos de investigação, entre outros. Outras cidades que integram o projecto, participantes na reunião: Chengdu e Shunde (China), Gaziantep e Hatay (Turquia), Jeonju (Coreia), a par com outras cidades convidadas e especialistas da Rota da Seda.

O projecto de pesquisa multilateral, que envolve um total de nove Cidades Criativas de Gastronomia, é dedicado ao estudo e disseminação de conhecimento sobre a história da gastronomia e cultura das Cidades Criativas de Gastronomia localizadas ao longo da Rota da Seda. Macau assinou um memorando de acordo para participar no projecto em Junho passado, à margem da Reunião Anual da Rede de Cidades Criativas da UNESCO.

Gaziantep aderiu à Rede das Cidades Criativas da UNESCO na área da Gastronomia em 2015, dois anos antes de Macau. Criada em 2004, a rede em rápida expansão é formada por um total de 180 cidades membros de 72 países nas sete áreas de criatividade cobertas pela rede (cinema, música, literatura, artes e média, design, gastronomia, artesanato e arte popular), incluindo 26 cidades na área de gastronomia.

 

Fonte: www.gov.mo/pt

Veja também

COMPARTILHAR

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here