Com 900 empresas de tecnologia, Florianópolis se torna polo de inovação.

0

por Cacau Menezes / Estela Benetti 12/01/2019.

Florianópolis soma capital humano, tecnologia e conhecimento. Com pelo menos 900 empresas do setor de TI a pleno vapor e cerca de 17 mil pessoas empregadas, a cidade é um dos principais polos de inovação no Brasil e foi reconhecida como a 3ª do país em faturamento médio no setor – são quase R$ 5 bi por ano, segundo dados do Acate Tech Report 2015. O setor representa 9,5% do PIB da Capital.

Projeto Techno Towers, empreendimento na entrada do Parque TecAlfa, berço do setor de tecnologia da informação da Capital(Foto: Furtado de Mendonça/Divulgação).

A afirmação é de Bruno Breithaupf, prefaciando robusto estudo que identifica uma jornada para transformar Florianópolis numa cidade inteligente (ou smart city, no jargão internacional). Acrescenta o presidente da Fecomércio que a combinação de desenvolvimento econômico, ecossistema de inovação pulsante e ótimos indicadores de qualidade de vida fazem da Capital um cenário estratégico para empresas e profissionais gabaritados.

Soma-se a isso um mercado de trabalho dinâmico e diversas oportunidades de educação e profissionalização nas universidades e cursos técnicos oferecidos na região. Além da Fecomércio, o trabalho teve a participação do governo de Santa Catarina, prefeitura de Florianópolis e UFSC.

Polo de TI ganha mais espaço para inovação em Florianópolis.

Uma das novidades para o setor de tecnologia e inovação de Florianópolis neste início do ano é o lançamento de mais uma torre do projeto Techno Towers, empreendimento na entrada do Parque TecAlfa, berço do setor de tecnologia da informação da Capital, e ao lado da sede do Sebrae, na SC-401. Com valor geral de vendas (VGV) de R$ 61 milhões, esta é a segunda torre de um complexo de até seis unidades que está sendo edificiado pela incorporadora Furtado de Mendonça.

A primeira torre abriga empresas âncoras como a Agriness, que se tornou o braço tecnológico da gigante americana Cargill, e o Peixe Urbano. Também está no mesmo espaço a cooperativa Cresol. Segundo o empresário Celso Furtado de Mendonça, o objetivo é atrair empresas de tecnologia, de serviços e profissionais liberais interessados na localização estratégica do TecAlfa, perto do Centro da cidade.

Considerando o Sebrae e as demais empresas de tecnologia e de serviços, o parque conta com cerca de 5 mil trabalhadores, sendo 1,1 mil na primeira torre do Techno Towers. Segundo o empresário, a região pode abrigar 8 mil trabalhadores nos próximos anos. Um dos diferenciais do novo complexo será um jardim com árvores gigantes ao fundo (foto). 

Economistas reeleitos

economistas
(Foto: Marilena Rodrigues/Divulgação )

O Conselho Regional de Economia (Corecon-SC), que representa a classe dos economistas registrados no Estado, reelegeu a sua diretoria para o mandato deste ano. O economista Alexandre Flores (E) foi reeleito para a presidência e o economista Paulo Roberto Polli Lobo (D), para o cargo de vice-presidente.

A votação aconteceu por aclamação na noite de segunda-feira. No mesmo evento, foram empossados cinco novos conselheiros eleitos dia 31 de outubro para o período de 2019 a 2021. Esses novos conselheiros são os economistas Silvio José Martins Filho, Nilton Leitempergher e Ivoneti da Silva Ramos. Os economistas suplentes são Waldemar Bornhausen Neto e Janypher Marcela Inácia Soares.   

Sebrae muda comando

Instituição responsável pelo apoio ao desenvolvimento da micro e pequena empresa, o Sebrae/SC muda de comando nesta quinta-feira. Entre as prioridades está preparar os empreendedores para um mercado cada vez mais digital e disruptivo. Os empresários Alaor Tissot e Bruno Breithaupt assumem a presidência e a vice-presidência do conselho de administração, respectivamente.

O novo diretor superintendente para a gestão 2019-2022 é Carlos Henrique Ramos Fonseca, que sucede Carlos Guilherme Zigelli. Também assumem o diretor Técnico Luciano Pinheiro e o diretor Administrativo-Financeiro, Anacleto Ortigara. SC tem mais de 500 mil micro e pequenas empresas, 98% do total de firmas do Estado. 

Da Capital

Será nesta quinta-feira, às 10h, o lançamento do Plano de Desenvolvimento Econômico de Florianópolis, elaborado com apoio do Sebrae/SC. O foco é em setores com mais potencial de expansão, adianta o superintendente de Desenvolvimento, Piter Santana.   

Investidores

Cada prefeitura procura fazer a sua parte para dinamizar a economia. O prefeito de Palhoça, Camilo Martins, informa que este ano seguirá focando a atração de investimentos. No ano passado, o município contabilizou a abertura de 2.274 novas empresas de diversos segmentos. Também investe em eventos econômicos voltado a empresárias e inovação. 

Fonte: www.nsctotal.com.br

COMPARTILHAR

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here