Case da Economia Criativa – Artesanatos de MG

0

Todos os produtos são produzidos de forma ecologicamente correta, explorando riquezas e recursos naturais e culturais da região do noroeste de Minas Gerais conhecida como Vale do Urucuia Grande Sertão Veredas.

A Central Veredas, localizada na cidade de Arinos, noroeste de Minas Gerais é composta por 9 núcleos produtivos distribuídos entre os municípios de Natalândia, Sagarana/Arinos, Bonfinópolis de Minas, Riachinho, Serra das Araras/Chapada Gaúcha, Urucuia, Uruana de Minas, Buritis e Arinos, organizada numa Rede Solidária de produção, fruto do trabalho de aproximadamente 180 artesãs (os).

A mobilização realizada em 2002 através da Artesol nos municípios do Vale do Rio Urucuia revitalizou a fiação e a tecelagem do Noroeste de Minas que até então estava se perdendo no tempo. A Central Veredas então surge por meio de novos esforços de vários parceiros com o intuito de gerar autonomia para legitimar a rede como a revitalização cultural produtiva aliada à produção e geração de renda, fortalecimento dos núcleos garantido lhes acesso ao mercado, qualificação, aplicação de preços justo, divulgação dos produtos artesanais exercendo sua defesa socioeconômica e ambiental combatendo o trabalho escravo e promovendo a igualdade de gênero, otimizando, orientando e organizando toda a logística e comercialização dos produtos produzidos pelos núcleos em cada município que antes trabalhavam isoladamente.

Atualmente os núcleos produzem de acordo com sua essência, fruto de criatividade, inspiração e cultura do Vale do Urucuia. Trata-se do artesanato tradicional, ou seja, técnicas adquiridas aos longos dos anos de pais para filhos com referencial de qualidade, experiência passada de geração por geração.

Leia mais no site Central Veredas

 

Veja também

COMPARTILHAR

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here