Nelson Ivan Petzold

0

Nelson Ivan Petzold, nascido em 1931, em Porto Alegre, formou-se em arquitetura na Universidade Federal do Rio Grande do Sul em 1956. Em 1961 ele ingressa na carreira do magistério sendo homenageado como professor emérito pela mesma instituição em 2012. Paralelamente se dedicou ao Departamento de Expressão Gráfica da Faculdade de Arquitetura, até sua aposentadoria. Em 1970, foi vice-diretor da Faculdade de Arquitetura e na década seguinte, exerceu cargo de Chefe do Departamento de Expressão Gráfica.


Nelson Ivan Petzold e José Carlos Bornancini, trabalharam juntos por mais de 40 anos, eles são verdadeiros ícones do Design brasileiro contemporâneo a dupla gaúcha desenvolveu mais de 200 produtos em variados segmentos da indústria: de computadores a tratores, de tesouras a garrafas térmicas, passando por móveis, fogões, elevadores e brinquedos.

Os designers José Carlos Bornancini (à esq.) e Nelson Petzold (à dir.), que também criaram as garrafas térmicas Magic Pump Foto: Divulgação

Merecem destaque a famosa Tesoura Mundial Multiuse, os Talheres Camping, a Platificadora Plastimaq e as Facas Mundial Laser. Os produtos mais conhecido foram a garrafa térmica magic pump e os talheres Príncipe Garfo, Cão Faquinha e a Princesa Colher, produto exclusivo do público infantil, que vendeu cerca de 2,5 milhões de unidades desde sua criação nos anos 1970.

Várias de suas criações possuem patentes internacionais, ou seja, são peças únicas, invenções dos designers alguns deles alcançando a marca de milhões de peças vendidas. Suas obras têm presença assegurada nas exposições e publicações de design das últimas décadas.

Desde 1976, os Talheres Camping integram o seleto grupo de produtos da loja do MOMA-Museu de Arte Moderna de Nova York. Durante muitos anos, atuaram também no universo acadêmico: foram professores titulares de universidades como UFRGS, PUC e UFSC. Hoje, eles mantêm um escritório de design industrial.

A dupla possui uma coleção de prêmios, entre eles: o Prêmio Lápiz de Plata, (La Bienal Internacional de Arquitectura de Buenos Aires) em 1985; o Prêmio Bienal Brasileira de Design, de 1990; o Prêmio Lasar Segall – Museu da Casa Brasileira, de 1996. Também são freqüentemente homenageados em exposições, congressos e mostras internacionais de Design.

Nelson morreu na madrugada de 8 de agosto de 2018, aos 87 anos, devido a problemas cardíacos e José Carlos Bornancini (falecido em 2008). Seu corpo foi velado no Crematório Metropolitano em Porto Alegre e depois cremado.

Veja também

COMPARTILHAR
VEJA TAMBÉM